Zeynard

Um forum de RPG chamado Zeynard - O mundo flutuante


    Lore: Ordem do Céu Boreal

    Compartilhe
    avatar
    Francis Drake
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    5/13  (5/13)
    Level: 1
    Dinheiro: 0 gil

    Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Francis Drake em Dom Set 18, 2016 11:25 pm

    Posição inicial: Beklard
    avatar
    Arwin
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/8  (8/8)
    Level: 1
    Dinheiro: 11750 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Arwin em Seg Set 19, 2016 2:03 am

    A noite era sua aliada, e a resposta para isso era a cor de sua pele, isso a fazia andar quase que despercebida naquele meio. As cachoeiras dificultariam sua passagem se não tivesse nascido ali. Outra vantagem para si, o único problema é que os demais elfos de sua aldeia faziam vigílias durante a noite, e se ela fosse vista, as autoridades responsáveis seriam acionadas. Essa raça não vivia em cárcere privado, decidiram apenas se isolar no mundo por causa do próprio preconceito que sofriam; A sorte estava do seu lado, pois seus trajes não eram chamativos, tampouco as coisas que carregava junto de si, uma mochila contendo alguns itens para sobrevivência, seu cajado na canhota e a espada curta na destra, é claro, somente para casos de emergência, já que sua especialidade não era o combate físico.

    - Ótimo, só preciso conseguir passar por esses guardiões, já que em casa consegui resolver tudo com uma magia de sono. Não que fosse da minha vontade sair sem me despedir, mas eu sabia todos os riscos que isso me causaria, e quis evitar todos eles. Não posso simplesmente aceitar que decidam meu destino em meu lugar, e é por isso que eu vou sair daqui, custe o que custar!

    A Ku'Fae ergueu seu cajado e começou a recitar um encanto élfico, as palavras eram baixas e até que melódicas, o alvo era um Ku'Fae de porte médio, que estava sentado perto de uma cachoeira mais a frente. Era um guerreiro, usava uma armadura com detalhes dourados e prateados, seus cabelos iam até os ombros e ele parecia lavar o rosto. Talvez para espantar o sono? Se fosse esse o caso, não duraria muito. Arwin terminou de castar sua magia e lançou naquela criatura o mesmo feitiço que usou em seus pais, o colocando assim sob um profundo sono. Ingênua, pensou que ele era o único guardião naquelas pedras, foi surpreendida com o outro que lhe indagava sobre o porquê de estar acordada tão tarde, e carregando tais coisas. Suas mãos gelaram na hora, não gostava de mentir e detestava ser pega fazendo algo de...errado. Não que isso fosse frequente, porém naquela ciscunstância era.


    Última edição por Arwin em Seg Set 19, 2016 6:47 pm, editado 4 vez(es)
    avatar
    Arwin
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/8  (8/8)
    Level: 1
    Dinheiro: 11750 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Arwin em Seg Set 19, 2016 2:16 am

    - O que faz aqui senhorita? está tarde, é melhor voltar para sua casa.
    - Bem, é que eu preciso...colher algumas ervas para a aula de amanhã.
    - Se é este o caso, por quê não o fez durante o dia?
    - Elas desabrocham apenas de noite.
    - Tens certeza? qual é o nome dessa planta? Talvez tenha se confundido, são poucas as que temos perto dessa cachoeira que desabrocham a noite.
    - Eu tenho, sou a aluna responsável na minha classe.
    - Eu também era, e por isso posso lhe dizer que deve ter se enganado.
    "Essa não, ele também conhece as plantas e as regiões que crescem por aqui, preciso pensar em algo rápido".
    - É uma nova espécie, estou estudando-a para levar até meus colegas, é um projeto pessoal meu.

    - Posso acompanhá-la então?
    "Acho que ele não reparou que seu colega dormiu, e que isso foi por causa de um feitiço. Mas se ele não reparou, vai notar em breve".
    - O que está olhando? O segundo guardião virou-se para o lado e encontrou o corpo de seu colega estirado perto da cachoeira, estava em cima das pedras que faziam margem com a água.
    - Essa não!
    - O qu-

    Sua agilidade não era das mais altas, só que os fatores estavam cooperando para seu sucesso. Qual melhor estratégia do que empurrá-lo e jogá-lo na água? Foi o que ela fez, e depois disso saiu correndo o mais rápido que podia. Aquela cachoeira tinha um estreito caminho de pedras que levava para a floresta. Arwin correu sem olhar para trás e sem identificar a direção que ia. Por mais que estivesse assustada com tamanha escuridão, não cessou seus passos. Aquele Ku'Fae iria soar o alarme para mais alguns assim que conseguisse sair das águas, e eles iriam procurá-la.


    Última edição por Arwin em Seg Set 19, 2016 6:48 pm, editado 3 vez(es)
    avatar
    Arwin
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/8  (8/8)
    Level: 1
    Dinheiro: 11750 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Arwin em Seg Set 19, 2016 2:31 am

    - Para onde devo ir? não ouvi barulho algum. E se ele se machucou ou se afogou? Céus, eu terei matado um Ku'Fae? Não posso acreditar nisso. Preciso voltar e ver se ele está bem. Conforme dizia essas palavras para si própria, a elfa diminuía seus passos e olhava para trás. No entanto, só conseguia encontrar um breu e ouvir os sons da natureza, e dos bichos que tinham ali. - Ainda bem que aranhas não fazem barulho. Espera, aranhas não fazem barulho, e por isso elas podem estar em qualquer lugar. Não, se acalme, não é hora para ter pânico. Não era assim antes, por que seria agora? Será que é porquê você está sozinha em uma floresta escura onde nunca esteve antes? Não...não tão longe? Mais alguns passos a frente ela foi capaz de vivenciar seu segundo infortúnio, Arwin pisou em falso num barranco de terra e gramínea, escorregou abaixo e rolou algumas vezes mais do que pôde contar, até perder a conta. Se sujou um tanto e resmungou antes de levantar. - Minha roupa já era. Preciso de um banho. Mas onde estou? Não consigo ouvir barulhos de cachoeiras por aqui, vou procurar uma...amanhã, é melhor me afastar mais daqui. Dito e feito, mesmo sem saber seu rumo, a Ku'Fae se guiou pelo som ambiente, sabia que quanto mais longe das cachoeiras estivesse, mais longe dos Ku'Faes e de sua aldeia. O continente era um lugar grande, a floresta também. Suas contas não lhe davam resultados negativos e decido ao seu empenho nos estudos, conseguiu adquirir um número grande de informações sobre aquela região, e outras. Usou isto em seu favor e traçou seu caminho. - Já está amanhecendo, agora o sol vai me ajudar a enxergar melhor. Tsc, também não preciso mais desse graveto. E...não acredito, consegui andar bastante. Pensando bem os meus pés estão me matando.


    Última edição por Arwin em Seg Set 19, 2016 6:48 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    Arwin
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/8  (8/8)
    Level: 1
    Dinheiro: 11750 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Arwin em Seg Set 19, 2016 2:46 am

    Ao sair de dentro da floresta, um caminho de terra se destacava do restando do solo. Estava mais plano do que o normal, indicando que ali era uma estrada. Onde daria? Sem indicações, ela teria de arriscar para ver. Do outro lado haviam algumas pedras empilhadas, quase como montanhas. Sons de cachoeira? Por enquanto não. Pessoas e/ou criaturas? também não. A manhã ainda estava chegando, o sol raiou e iluminou seu trajeto apenas para que ela pudesse se localizar. Precisaria andar mais alguns quilômetros até chegar no vilarejo onde ocorriam as negociações. Ela só ouviu falar do lugar e de suas características, foi o bastante para reconhecer quando avistou. - E agora? Não estou tão apresentável, vão me olhar torto por causa da cor da minha pele, do meu cabelo e do formato das minhas orelhas. Não posso temer, vim aqui para justamente enfrentar todos esses medos e impor a todos, nossa credibilidade. Decidi me aventurar e me arriscar, então aqui vou eu. Arwin usava uma espécie de vestido tomara que caia, com uma fenda frontal na perna direita. A abertura iniciava abaixo de sua cintura, a qual também era presa por um espartilho e alguns cintos. Seu busto era avantajado e isso acentuava seu decote. As luvas lhe davam um ar mais sensual, tal como o colar. Em seu vilarejo aquela roupa não era chamativa, para estranhos com certeza era. Chamativa pela cor avermelhada e por acentuar as curvas de seu corpo. Não obstante a sua raça ser vítima de racismo. A vila mais a frente tinha alguns animais presos em um tipo de cerco, um celeiro enorme feito a madeira, algumas casas espalhadas e um moinho de vento. Tinha mais a aparência de ser um local de trabalho do que uma vila, ferramentas estavam espalhadas no chão e a primeira criatura saiu de uma das casas. Era um humanóide com asas em suas costas.
    avatar
    Arwin
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/8  (8/8)
    Level: 1
    Dinheiro: 11750 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Arwin em Seg Set 19, 2016 3:04 am

    - Não é bem vinda nesse lugar. Deve sair imediatamente, antes que os outros acordem.
    A Ku'Fae tomou aquilo como um insulto profundo, achou sábio porém não retrucar.
    - Há aqui algum lugar onde posso me hospedar?
    Aquele 'homem' a ignorou completamente, foi até o cerco dos animais e despejou uma ração no solo, para alimentá-los, em seguida voltou para dentro de sua casa. Não há palavras para descrever a decepção que ela sentiu em seu coração, ouviu falar do racismo que sofriam, todavia nunca tinha vivenciado isso, foi a primeira vez que sentiu na pele o que era ser desprezada por causa de sua raça. Isso não só a deixou magoada, como com raiva. Não podia admitir esse tipo de tratamento, foi então que resolveu bater na porta daquela criatura, diversas vezes o fez. Chamou nomes, argumentou e suas ações foram em vão. Tentou fazer o mesmo em outras portas, porém a reação foi a mesma. Infelizmente Arwin não tinha notado que todos já tinha se comunicado indiretamente, depois de abrir parcialmente suas janelas e olhar para fora. Isso era mais que o suficiente. A morena assentou-se no chão e derramou algumas lágrimas.
    - Não, não irei admitir esse tipo de tratamento. Eu vou conseguir, eu preciso conseguir. Já não tenho como voltar, e ainda que tivesse eu não o faria. Preciso...lutar.
    Depois de passar alguns minutos encostada contra a mureta de uma casa, pegou no sono. Estava cansada por ter passado a noite em claro e também por ter caminhado mais do que deveria. Seu corpo estava cansado e sobrecarregado com o estresse que ela sentia, e toda a energia foi liberada de uma vez, deixando-a sem reservas por hora. Foi um péssimo momento para adormecer, porque assim que fechou os olhos, os moradores daquela vila resolveram sair do lugar.
    - Vamos vendê-la. Deve nos render algum dinheiro.
    - Podemos abusá-la um pouco?
    - Talvez, só não a estrague. É um produto de valor no mercado negro.
    - Não irei. Se ela reagir no entanto, é outra história.
    - Se ela reagir, chame o resto de seus Numens e a segurem, isso deve ser suficiente.
    - Deve ser, toda essa fartura vai ser suficiente para nós mestre.
    - Agora vá, tenho afazeres.
    A outra criatura era mais alta, ultrapassando os 2 metros de altura e tinha uma característica peculiar na cabeça, um par de chifres. Outro fator inegável eram as escamas em seu corpo. Ele a puxou com apenas um braço pela cintura e a colocou por cima do ombro, ao se abaixar para pegá-la. Nesse momento a elfa acordou e se debateu.
    - O que pensa que está fazendo? Me solta e me põe no chão agora!
    - Quieta, ou será pior para você orelhas pontudas.
    Não satisfeita, ela continuou se contorcendo sobre seu ombro e o socando como podia, não conseguia sacar suas 'armas', pois estavam presas nos cintos.
    - Argh, você é irritante. Homens, venham até mim. Deem um trato nesta aqui.
    - Trato? Você é um imbecil!
    Ele a jogou no chão sem pena alguma, o impacto acabou deixando-a um pouco atordoada, e para seu azar, os homens se aproximavam e tiravam dela seus itens lentamente. Cada um a segurava pelos braços e pernas, o maior fez questão de recolher seu cajado e sua espada curta, a mochila foi jogada para o lado por um dos homens, e quando um deles tentava desamarrar seus feixes, um grito ecoava.
    - Não toque em mim!
    Alguém ouviria seu pedido de socorro? embora não precisasse diretamente de se cajado para algumas magias, ela tinha usado grande parte de seu poder na fuga, então neste momento só o que lhe restava era a sorte, ou azar do destino.


    Última edição por Arwin em Seg Set 19, 2016 6:51 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    Francis Drake
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    5/13  (5/13)
    Level: 1
    Dinheiro: 0 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Francis Drake em Seg Set 19, 2016 4:05 pm


    Um estalo estranho fez-se ouvir naquele momento. Pelo jeito era madeira, e aquilo chamou a atenção de todos, que olharam para o moinho de vento em princípio de incêndio, fumaça a subir pelo céu como a alma dos mortos bem afortunados. Um dos garanhões disse em voz alta:

    - Nossos grãos!

    Mas antes que eles fossem atender a necessidade em questão, um vulto tomou forma na frente de todos: uma mulher com uma cicatriz enorme no rosto e presença marcante, não era ninguém menos que Francis Drake! E se tratando dela, ficar escondida não fazia parte das coisas que tem apreço, preferia uma investida direta!

    - Yo ho, Yo ho! Francis Drake is on your toes!

    Ela carregava consigo um saco aparentemente cheio de moedas de cobre sobre o ombro direito, além de um sorriso descarado frente ao número superior de inimigos aos quais teve a audácia de chegar e falar em tom de cantoria. Logo eles perceberam o que havia ocorrido.

    - É a El Draque, a desgraçada roubou nossos pertences enquanto estávamos distraídos!

    - Acabem com a raça dessa aspirante a pirata agora mesmo!

    Parecia ter atraído um enxame de abelhas, porque sequer um ficou por perto da elfa negra e além disso eles pareciam ignorar sua garrucha na canhota. Perfeito! Faria os bastardos lembrarem-se do erro para o resto de suas vidas. Atirou o saco na direção deles e então deu um tiro no mesmo enquanto estava no ar, acabando por explodir na cara de todos os espertões. Claro, havia enchido o saco de pólvora também quando teve a oportunidade. E falando em oportunidade, conseguiu criar uma perfeita nesse momento. Passou por todos os inimigos atordoados correndo, pegou a elfa, botou em cima do ombro direito antes que ela reagisse e então terminou sua cantoria antes de sair, em legítimo desrespeito.

    They call on me by name you see,

    For my special touch.

    To the gentlemen I’m Miss Fortune

    To the ladies I’m Sir Prize

    But call me by any name

    Anyway it’s all the same

    Deu vários tiros para cima juntamente com uma risada alta enquanto fugia do local em direção a estrada com a sequestrada sobre os ombros.

    - HAHAHAHAHA! Os idiotas não viram o que lhes acertaram! Seus netos irão lembrar do nome de Francis Drake!!!
    avatar
    Arwin
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/8  (8/8)
    Level: 1
    Dinheiro: 11750 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Arwin em Seg Set 19, 2016 7:04 pm

    Não houve resposta de retorno, tudo aconteceu rápido demais para seus olhos acompanharem. Ainda mais na circunstância que ela se encontrava. Os espécimes foram sendo atordoados pouco a pouco, ela viu aquele saco "explodir" no ar, e como isso aconteceu? tentou rastrear de onde vinham os tiros. Viu então aquela capa sobrevoar com o vento, identificou a forma de uma mulher. Sim, mas por que estava fazendo isso? Não sabia. Devido ao uso de magias negras no dia anterior, ainda estava se recuperando e por isso sua mente não funcionava muito bem, nem seu corpo. Como aquela...pirata? Sim, parecia uma, não importava. Antes de ser levada fez questão de levar consigo seus pertences, tinham caído no chão perto de si quando a confusão começou. De uma coisa era certa, devia agradecê-la.

    - Errr...acho que eles pararam de nos seguir.
    - Pode me colocar no chão? Preciso agradecê-la. Me salvou daqueles asnos.
    - Há algo que posso fazer por você? Está ferida?
    - Se estiver, posso lhe curar! Sou uma usuária de magia.


    Talvez fosse informação demais, não importava. Sua ingenuidade falava mais alto, ou ainda o dever de provar seu valor.
    avatar
    Dror the Seraph's Voice
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/10  (8/10)
    Level: 1
    Dinheiro: 4585 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Dror the Seraph's Voice em Seg Set 19, 2016 7:58 pm


    Sua viagens, como sempre, continuavam sem rumo ou muito menos sem algum progresso em sua busca, pois já fazia meses desde que o bardo começou a viajar pelo Reino das Cachoeiras e havia se deparado com diversos choques de realidades, que para o Searph, isso não compensava os longos anos perdido de preparação que teve que fazer. Na taverna, era muito comum as pessoas se reunirem depois de um árduo dia de trabalho no campo e era extremamente evidente perceber o estresse de todas elas naquele momento: Aqueles rostos e expressões clamando por uma musica . . . Clamando para que o Bardo os entretecem com suas magnificas poesias e melodias que os podia oferecer a partir de seu conhecimento sobre relatos heroicos e canções.
    Juntamente com outros bardos que havia no estabelecimento Dror por fim decidiu pegar a sua grande companheira musical, uma Flauta que ganhará de um dos viajantes que estava de passagem em sua terra natal e começava a tocar uma melodia popular por aquelas bandas, forçando assim outros musicos e poetas o acompanhar. Muitas gargalhadas ecoavam pelo local enquanto as pessoas enchiam a cara com o Hidromel e a Cerveja enquanto bravejavam barbaridades e falsos heroismo . . . Que deselegante e feio, realmente os Numens e todos os ratos daquela taverna não tinham classe alguma e muito menos se esforçavam para parecer um pouco elegante . . . Pensava o rapaz enquanto apenas tocava com muita satisfação a melodia que os divertiam e alegravam junto com a sua orquestra amadora improvisada até a manhã do dia seguinte.


    - Acho que ja está na hora de eu ir embora daqui . . . Não há mais nada que eu possa fazer por essa ralé a não ser oferecer uma simples melodia de ninar . . . Awm Deus, porque criou um ser tão maravilhoso e perfeito como eu que não consegue encontrar a Inspiração . . .

    Sua linha de raciocínio ( ou diga-se de passagem, os elogios que fazia a si mesmo ) foram interrompidos por um grito feminino que parecia mais em estar em uma discussão que avistou a distancia no momento em que saiu da taverna com as suas coisas. Uma Fae negra aparecendo daquela maneira em publico ? Certamente não era algo que se via com frequência já que todos eles eram capturados e vendidos sempre que possiveis: Por fim decidiu se sentar no gramado que havia perto das plantações um pouco distante da garota e observar para ver o que aconteceria com ela, pois era uma oportunidade perfeita analisar uma figura desconhecida que despertava um pouco a sua curiosidade.

    Oho . . . Uma personalidade forte e marcante . . . Ideais nobres porem infantis . . . Certamente é bela, mas ainda precisa ser polida com os motivos certos para sua beleza se desenvolver ainda mais . . . Oh, ela adormeceu após desistir de bater em porta em porta. Será que eu preciso me meter nisto ?

    O bardo estava se divertindo muito com aquilo: A tamanha ingenuidade da Fae de dormir em uma area publica totalmente sujeita a sequestros e outros tipos de barbaridades que os animais inferiores podiam ofertar e, como havia previsto, um grupo de Escravizadores que habitava naquela região iniciaram o seu plano de raptar a garota para fins lucrativos. Visto que não haveria mais nada a observar para acrescentar detalhes em seu futuro conto, decidiu se levantar e seguir o seu caminho pela estrada apesar de que novamente foi surpreendido por um outro barulho chamativo: Uma explosão ? Céus, como que havia perdido visualmente um acontecimento destes e ainda por cima parecia ser de uma figura local muito conhecida por aquelas bandas . . . A Pirata El Drake ? O nome lhe era familiar porem não conseguia relembrar muito bem aonde o ouviu. Por fim, Dror esboçou novamente um leve sorriso sarcástico em seu rosto e decidiu contra a sua vontade permanecer no ar por alguns momentos até aquele pudesse finalmente fazer contato visual com a figura desconhecida.

    . . . Haha . . . Ah Deus, obrigado por esta oportunidade de ouro. O quão longe essa aspirante de corsário poderá ir ? E os ideais da Fae Negra serão realizados ? Será que finalmente eu estou obtendo algum resultado ? Creio que devo me introduzir pessoalmente para o capitulo desta aventura finalmente começar . . . !

    Como ja estava um pouco mais afastado da vila, decidiu voar até um determinado ponto aonde poderia se ''esbarrar'' com as duas figuras que haviam conquistado parcialmente o seu interesse: Certamente, elas dariam ótimas personagens para o seu conto . . . Era uma chance de ouro, de poder acompanhar um conto desde os seus primeiros momentos até os finais de suas jornadas e conquistas. Após alguns minutos voando pelo Ar, decidiu finalmente pousar e aguardar as duas protagonistas o encontrar no meio da fuga.
    avatar
    Francis Drake
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    5/13  (5/13)
    Level: 1
    Dinheiro: 0 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Francis Drake em Seg Set 19, 2016 8:50 pm

    Disparou por entre uma grama alta e arbustos no caminho mais rápido que achou em direção a estrada. Correu do jeito que dava, suas botas abrindo caminho por entre a vegetação e deixando um rastro por onde passava. Que seja, quem tiver a coragem de nos perseguir que o faça sem medo! Inclinava o tronco de maneira leve para contrabalancear o peso nos ombros e o modo como balançava o braço que tinha a garrucha deixava claro que não se preocupava com compostura. A sua sequestrada parecia falar demais, por isso deu um tapa na sua traseira de maneira que estalou abafado devido ao tecido das roupas, ela fazia perguntas demais!

    - O enxame de abelhas persegue a vítima até a morte, não ouse subestima-los, jovem ingênua! Além do mais, a salvei por saber de suas habilidades mágicas!

    Queria ter deixado o som da gritaria para trás, mas o número de vozes que entoavam o louvor da perseguição parecia aumentar, mesmo que a distância aumentasse gradativamente. E um deles parecia ser rápido! Logo alguém se meteu no caminho das duas, era alguém de coragem, mas coragem não faz ninguém ser blindado!

    - Ow ow ow! Nomeia-te antes que eu lhe encha de furos!

    Disse isso enquanto parava depois de alguns segundos, devido a inércia, já apontando a garrucha para o alado, teria que terminar isso rápido, os perseguidores não estavam tão longe assim.
    avatar
    Arwin
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/8  (8/8)
    Level: 1
    Dinheiro: 11750 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Arwin em Seg Set 19, 2016 9:09 pm

    Desde que deixou seu vilarejo Arwin só se meteu em confusão. Primeiro foi com os guardiões Ku'Fae, depois com os maus tratos naquele sítio, seguido do grupo de Numens abusadores, seja lá como for, e por último uma pirata abusada. Não estava nada de acordo com seus planos, é claro que ela sabia sobre o mundo afora, ouviu as histórias de seus ancestrais e tirou suas conclusões a partir disso. Estava com seus pertences e não era refém, não pelo que aparentava. Mas sentia-se como uma.

    "Pense consigo, ela não te ofendeu. Mas tratou de uma maneira vulgar, o que ela pensa que eu sou? Olhe, ela me salvou, de qualquer modo devo agradecê-la, embora minha vontade seja apertar seu pescoço. Ninguém tem o direito de fazer isso comigo. Por quê ela teria?" - Não posso deixar me tratar assim, pode por favor me botar no chão? Agradeço pelo resgate, mas isso não significa que tem o direito de me...bem...
    Arwin se enrolava para concluir sua frase, não gostava de falar certas palavras, isso a deixava um pouco sem graça.
    - ...Isso foi bem vulgar moça! E quem é esse cara? Um dos seus me destratou, são todos iguais?
    "Não, não posso julgá-los, essa aqui é igual aqueles outros subalternos do Tal dragão, e ela ainda não me ofendeu, então..."
    - Me põe no chão dona. Por favor.

    A última frase foi dita em um tom mais melancólico.
    avatar
    Dror the Seraph's Voice
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/10  (8/10)
    Level: 1
    Dinheiro: 4585 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Dror the Seraph's Voice em Seg Set 19, 2016 9:36 pm

    . . . A aspirante de Corsário e a Fae Negro que exige Igualdade perante as raças . . . Falta beleza mas poderão ser refinadas . . . !

    O Searph observava as duas figuras femininas a sua frente com um sorriso bastante sarcástico em seu rosto enquanto passava algumas palmas pelo que ele considerava de '' Atuação formidavel''. Por fim, ele  apontou com o dedo indicador para o milharal que havia próximo a estrada: E como estava praticamente todos os habitantes do pequeno vilarejo perseguindo as duas, provavelmente não haveria ninguém trabalhando nas plantações naquele momento e não hesitou em se manter imóvel sem mudar o seu sorriso sarcástico.

    Eu recomendaria você duas se esconderem ali, e não saiam até a multidão passar . . . Especialmente você, Fae.

    Assim que concluiu sua frase, Dror por fim acabou passando a ir adiante na direção oposta da qual El Drake estava indo naquele momento e após alguns minutos de caminhada finalmente se deparava com a multidão enfurecida que perseguia a pirata e a fae de maneira desnorteada e desesperada. Não conseguia aguentar a tamanha barbaridade que presenciava naquele momento e, assim que foi interrogado por um Numem da multidão, passou a indicar várias direções falsas enquanto permanecia sorridente.

    Oh, a pirata e a prisioneira . . . As duas jovens acabaram de passar por esta direção tem um bom tempo. Se vocês continuarem adiante e pegarem o atalho da floresta, certamente irão alcançar as jovens antes do anoitecer.

    [ Numem Aleatório ] - Certo bardo, finalmente uma galinha voadora inútil como você teve alguma utilidade para nós afinal. Hahahaharrr ! Peguem elas e não esqueçam de manter a Fae Negra viva ! - Dado o sinal, os aldeões junto com os Escravizadores seguiram as instruções do rapaz com o objetivo de as capturar.
    avatar
    Francis Drake
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    5/13  (5/13)
    Level: 1
    Dinheiro: 0 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Francis Drake em Seg Set 19, 2016 10:10 pm

    - El Draque não deve favores! Porém não me cobre em moedas quando chegar o momento da retribuição! Além disso, se a adaga procurar nossas costas prepare-se para fazer parte da minha sopa!

    Foi sua resposta empolgada pelo calor da situação. E quanto a elfa, deu outro tapa em seu traseiro, agora forte o suficiente para tentar arrancar um grito alheio. Além de falar demais, não havia entusiasmo na sua fala. Oras, se for fazer uso da graça que é a voz, faça como se fosse a primeira vez!

    - Não tagarele tanto mulher, mas se fores o fazer, faça-o ao menos com vontade! A hora da conversa será mais tarde, isso se ainda tivermos o couro em nossos corpos, HAHAHAHA!

    Seguiu para o caminho indicado pelo alado depois de guardar sua garrucha no coldre de couro em sua cintura, passando a agarrar a orelhuda agora com os dois braços, facilitando o serviço enquanto adentrava o milharal. Não se enfiou muito nele, apenas o suficiente para que pudesse observar o movimento na estrada e ainda manter a camuflagem. Colocou a Fae de pé quando se agachou, ordenando que ela fizesse o mesmo.

    - Ficaremos abaixadas ou passaremos o resto da vida em um bordel.
    avatar
    Arwin
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/8  (8/8)
    Level: 1
    Dinheiro: 11750 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Arwin em Seg Set 19, 2016 10:42 pm

    De um certo ângulo até que aquele Searph tinha uma aparência agradável, suas atitudes não demonstraram preconceito, contudo ela pôde notar um certo narcisismo vindo dele. De qualquer forma, o que a incomodava eram aqueles tapas. Estava se sentindo como uma criança naquele meio, um que a dizia para se esconder, e outra que insistia em lhe dar ordens. Suas energias começaram a voltar e assim ela se segurou firme no ombro daquela mulher, pegando impulso para descer no chão a força, isto é, quando foram para o milharal. Arwin fez conforme orientado, ficou em silêncio até que passassem por ali, ouviu a voz dos Numens e seus passos se distanciando. Bastava. E embora 'confiasse' naqueles dois por enquanto, tinha as mãos nos seus itens e começava a andar. - O que está acontecendo aqui? O que vo-vocês pretendem ao me ajudar? Agradeço-os, meu último dia tem sido muito difícil. Não conheço essas terras e nem essas criaturas. Para ser honesta é a primeira vez que vejo um Searph e uma Numem tão..."passivos" assim. Suas palavras eram inocentes e gesticulava ao proferi-las, as mãos não paravam de se mover, para cima e para baixo. Sem perceber acabou indo de um lado para o outro, ficando cada vez mais serena e "amigável". Há alguns minutos atrás era vítima de outros dessa espécie, agora já praticamente os convidava com toda sua conversa a continuar em um grupo. - Eu não sei qual rumo pretendem tomar em suas viagens, mas gostaria de pedir para segui-los, eu tenho alguns assuntos pendentes e precisarei ser guiada. É claro, posso oferecer um favor em retorno. Sei que vão conseguir pensar em algo produtivo e que possam precisar, afinal eu sou uma Ku'Fae e tenho magias ao meu dispor. O que acham? Prometo não falar tanto e tentar ser de máxima ajuda possível, consigo também absorver informações rapidamente e sei que- ao pisar com o pé direito no chão ouviu um estalo. Desviou o rosto para baixo e viu que se tratava de uma aranha esmagada. Apesar de estar morta sua fobia era real, bastou míseros 5 segundos de reação para que ela corresse em direção a pirata que a "salvou" e a derrubasse quando pulou em suas "costas", para se proteger. - Esses monstros não devim existir, pirata, me salve de novo, por favor!


    Última edição por Arwin em Qua Set 21, 2016 8:46 pm, editado 2 vez(es)
    avatar
    Dror the Seraph's Voice
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/10  (8/10)
    Level: 1
    Dinheiro: 4585 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Dror the Seraph's Voice em Ter Set 20, 2016 10:14 pm

    O Searph apenas observava aquela multidão patética passar diante de seus olhos quase que desesperados atrás dos ''grandes prêmios'': Realmente os seres vivos são criaturas muito fáceis de se manipular independente dos meios e recursos que se utiliza para isto. Não demorou muito tempo para que, finalmente, começava a se aproximar pela plantação de milho que havia indicado para as suas futuras companheiras haviam se ocultado daquela multidão.
    Ao se reunir com as duas garotas, ouviu com bastante atenção a proposta ousada da Fae e passou a fazer uma expressão de surpresa com aquele convite repentino: Andar em grupo realmente parecia ser uma ideia bastante tentadora, mas não estava certo quanto a isto pois temia que seu fluxo de criatividade ficasse extremamente limitado com o passar do tempo. Primeiro as testaria para ver se sua intuição estava correta sobre sua escolha pois afinal de contas, tudo que poderia fazer caso perdesse o interesse era recusar a proposta e seguir com sua jornada.


    Erm . . . Como eu posso dizer isso em poucas palavras: O que vocês, belas e recatadas garotinhas, teriam a oferecer a esse belo e humilde musico e poeta ? Diferente de outros bardos que vocês encontraram em suas vidas: Que rastejam como vermes com historias patéticas e medíocres por algumas moedas, tudo que eu as peço é que me mantenham interessado e inspirado por suas aventuras. Afinal de contas . . . Como poderei escrever um belo livro de aventura se as minhas protagonistas e companheiras irão agir de maneira feia e sem graça não é mesmo ? Hahahahahaha . . . E que indelicadeza de minha parte - Neste momento, o rapaz tomou a iniciativa e, de forma inesperada, se curvava formalmente perante as duas figuras a sua frente com o mesmo sorriso cinico de sempre em seu rosto. - muito prazer minhas jovens aventureiras, eu sou Dror Von Histter. Estou honrado em salva-las e as conhecer em uma situação bastante horrorosa e feia como essa . . . Eu realmente estou curioso para saber o que as motivam.
    avatar
    Francis Drake
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    5/13  (5/13)
    Level: 1
    Dinheiro: 0 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Francis Drake em Qua Set 21, 2016 8:43 pm

    A ingenuidade daquela orelhuda não tinha limites. Depois de ver que apenas a poeira da multidão pairava na estrada, saiu do meio do milharal com a Fae, tirando as cascas do milho que estavam grudadas em sua roupa, e ela não demora em começar a falar sem parar de novo. Antes que desse outra palmada nela, ela se assustou com algo completamente trivial como uma aranhazinha qualquer. Antes que fosse responder, o passarinho também chegou, ele era rápido hein?

    - Hey hey hey. Uma coisa a cada momento! Orelhuda, eu salvei seu couro escuro mas não espere que eu tenha feito tal ato heroico por bom gosto, tenho minha quota de interesses convosco. De onde venho temos costume de abençoar nossos navios com a ajuda de um mago antes da primeira viagem. Bom, agora já sabe onde se encaixa nisso tudo!

    Virou ao alado nesse momento.

    - Se você quiser nos acompanhar, que o faça, afinal de contas qual personagem mais fantástico que Francis Drake para suas fábulas?! Hahahahahaha! Mas saiba que não há recompensa prometida nesse trabalho, pois nunca pago nada em moedas! Pois seguiremos caminho a três então, vamos, temos um dia inteiro de caminhada a frente!
    avatar
    Arwin
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/8  (8/8)
    Level: 1
    Dinheiro: 11750 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Arwin em Qua Set 21, 2016 9:02 pm

    Realmente, deveras estava agindo como uma criança mimada. Talvez em sua terra natal tivesse sido privilegiada por seus feitos, embora cada Ku'Fae tivesse seus próprios talentos e se destacassem. Aquele humano com asas tinha um nome, uma profissão e até mesmo uma espécie diferenciada. A mulher por outro lado, uma Pirata aparentemente famosa. Arwin nunca tinha ouvido falar, de nenhum dos dois. Foi educada da forma correta, por isso enquanto estava atrás da espalhafatosa, fez uma semi-reverência para o albino. O corpo não podia se inclinar totalmente para frente por conta da menor, já que ainda se escondia atrás dela. A morena ainda ficou indignada com tais palavras, não costumava ser tão falante, muito menos depois do que acabou de passar. Não iria julgar ninguém, não queria repassar o preconceito que recebia para outros. O problema é que era inevitável pensar assim, pensar que todos a rejeitariam ou julgariam. Foi esse um dos pontos que chamou atenção naqueles dois, se comportavam com tamanha casualidade que ela se sentia a vontade para permanecer ali. Ainda apoiada com as mãos nas costas da pirata, começou a falar outra vez.

    - Bardo, Pirata, eu me chamo Arwin. Sou uma Ku'Fae de Beklard. E como devem saber, os de minha espécie sofrem constantes ataques devido a nossa raça. Há uma primeira vez para tudo, e esta é a minha. Não sei como lidar com os de vocês, além do mais não sou boa com a espada. E a magia não foi feita para ser gasta aos quatro ventos, por isso controlo meu poder para usar nos momentos oportunos.
    - Dror, não lhe garanto boas histórias. Contudo, posso compartilhar informações sobre meu povo para que elabore seus contos.
    - E você Drake, já que repetiu este nome tantas vezes, terás minha benção em seu barco. Mas antes preciso que me levem até a cidade mais próxima, tenho negócios importantes a tratar. Depois disso, irei até o seu barco, onde quer que esteja.

    E foi assim que a personalidade da morena mudou, uma serenidade tomou conta de si, e neste momento ela demonstrou a verdadeira natureza de sua raça, ter um pensamento racional e focar nas informações que tinha.
    - Esta é uma vila de negociações entre os Ku'Faes e outras espécies. Ou seja, outros virão até aqui em até 2 dias, precisamos partir agora. O problema é que...
    Ela encarou os próprios pés e trajes, estavam sujos, desgastados. A sola ainda queimava um pouco de acordo com os passos.
    -...Não sei quanto a vocês, mas estou bem cansada. Seria uma boa hora para pegar seu navio dona.
    avatar
    Dror the Seraph's Voice
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/10  (8/10)
    Level: 1
    Dinheiro: 4585 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Dror the Seraph's Voice em Qui Set 22, 2016 6:16 pm

    Gwahaha . . . Vejo que fiz bem em escolher as duas. E não se preocupe minha cara Capitã, um bardo não precisa de moedas e sim de palavras e feitos grandiosos para ser retratado em um reles pedaço de papel . . . E muito pelo contrario minha jovem Arwin: Você é a primeira pessoa em 40 anos que eu vejo lutando por tais direitos. A vantagem de ser velho é poder saber quais são os melhores elementos para uma cronica.

    É claro que afirmou sua ultima frase de maneira sarcástica enquanto retomava a sua postura de antes e passava a observar as garotas com ainda mais interesse do que antes, aquelas informações que a Fae eram bastante valiosas e certamente tratou-se de tentar memorizar o quanto podia apesar de que no momento em que ouviu a sugestão da garota de ir para o navio da Pirata, não resistiu de dar uma leve risada irônica enquanto esticava um pouco suas asas acinzentadas por um momento para alonga-las.

    Estamos numa região bastante afastada de uma cidade portuária, minha querida Arwin . . . Não seria estranho ver uma pirata que supostamente teria um navio vagando por essas areas onde o lucro é bastante inferior ao que encontraria no mar. Não é mesmo, grande El Drake ? -Assim que terminou sua frase, tratou-se de direcionar o seu olhar para a ruiva enquanto aguardava a sua resposta.
    avatar
    Francis Drake
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    5/13  (5/13)
    Level: 1
    Dinheiro: 0 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Francis Drake em Qui Set 22, 2016 9:44 pm

    - Hahahaha, ah o navio! Eu tenho uma história de deixar qualquer escritor de fábulas com inveja! Mas ela é longa, então irei relembrar meus atos heroicos durante o caminho.

    Tinha a orelhuda as suas costas, então seu próximo movimento foi rápido, até surpreendente para quem não esperava-o. Flexionou os joelhos de maneira razoável e pegou a Fae por trás dos joelhos, colocando-a nas costas já esperando o movimento natural alheio de usar as mãos para se sustentar na posição em que foi posta. Iria carrega-la mesmo, tamanha era dedicação ao que tinha de fazer. Deu jeito de saírem de uma vez, aquele lugar era seguro somente durante algum tempo.

    - Iremos para a capital, meus pertences estão em uma pousada por lá, e vamos logo porque ser pega e colocada com a cabeça abaixada e o quadril erguido não conta como um bom material de história, hahahahaha!

    Fez piada com a desgraça do mundo e liderou o avanço pela estrada.
    avatar
    Arwin
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/8  (8/8)
    Level: 1
    Dinheiro: 11750 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Arwin em Sex Set 23, 2016 8:52 pm

    A morena sentia-se insegura quanto as palavras que disse, não sabia se podia confiar neles e tampouco se iriam confiar nela. Porém as palavras daquele Searph a encorajaram e quando a menor a segurou nas próprias costas, respirou fundo e conversou consigo mesma.

    "Nem todos são assim Arwin, vê? Não precisa temê-los, eles precisam conhecer-nos, e nós a eles. Dê uma chance, afinal, quantos Faes você já testemunhou terem sido encarcerados por conta de má conduta? Vários. As espécies são assim, há o lado bom e o lado ruim. Seja forte, e continue em frente."


    Sem perceber ela já havia se acomodado sobre Drake, envolvendo os braços por volta de seus ombros para se apoiar, lembrou antes de verificar seus itens na cintura, o cajado numa lateral e a espada na outra, em sua bainha é claro, a mochila também estava bem presa. Outro fator que deixou passar despercebido foi que, naquela posição suas roupas se tornaram bem mais provocativas, devido a fenda na lateral do vestido e o decote, acabando assim por revelar de um melhor ângulo suas curvas. Não se preocupava com isso, já que não pensava dessa forma, os outros...? era outro ponto.

    Os três seguiram então uma estrada de terra mais a frente daquele milharal, outras plantações tomavam conta do restante daquele campo e o sol do meio dia esquentava-os lentamente. Eram resistentes, a quem primeiro observasse, conseguiram caminhar cerca de uma hora até avistar de cima de um morro uma cidade no horizonte. Ainda tinham um bom percurso a frente e a esta altura, sentiam a garganta secar.

    - . . .Er, vocês...tem sede? Estão vendo aquela cidade? Estamos perto, não acredito! Acho que daqui consigo traçar as coordenadas e dizer que localidade estamos. Dra-Drake!

    Como sempre escandalosa e um tanto exagerada, quando avistou a construção no horizonte, Arwin tomou um impulso tão forte para frente que possivelmente desequilibraria a numem que a carregava, e não bastando isso, continuava a se balançar mais e mais conforme falava.

    - Não deve ser perigoso, o sr. Bardo conseguiu enganar aqueles bandidos, espero que não voltem. Mas é melhor não ficarmos vulneráveis assim na beira de uma estrada de terra. Não é verdade????

    Sua última pergunta fez com que inclinasse o corpo um pouco para o lado, queria ver a face da Pirata enquanto dialogava, e é claro, sua reação e resposta.
    avatar
    Dror the Seraph's Voice
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/10  (8/10)
    Level: 1
    Dinheiro: 4585 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Dror the Seraph's Voice em Sab Set 24, 2016 11:06 pm

    O Bardo ria com todos aqueles comentários da Fae Negra sobre enganar todos os bandidos que os perseguiam enquanto as acompanhava: De fato, o rapaz de asas apenas conseguiu enganar aquele pequeno bando que estava no vilarejo aonde habitavam e nada garantia de que no meio do caminho iriam se deparar com mais deles principalmente pelo fato deste recém formado grupo estar indo a uma cidade portuária.

    Bem Arwin . . . Ouso dizer que eu enganei apenas aqueles bandidos que estavam na vila e seus aldeões furiosos . . . - Deu uma certa enfase na suas ultimas palavras pois sabia que se especificasse ia reforçar ainda mais o estado de alerta das duas. - E eles não eram os únicos bandidos a habituar a região do vilarejo: Em um estrada, é muito mais fácil você encontrar várias coisas feias e desnecessárias do que coisa belas e inspiradoras . . . !

    E um longo discurso sobre beleza e suas fantasias de explorador começava novamente por parte do Searph, e quanto mais detalhes sobre suas viagens de poucos meses se recordava, se tornava cada vez mais apaixonado por si mesmo em uma maneira que possivelmente assustaria suas companheiras um pouco.

    Ahhhh . . . Porque Deus insistiu em criar uma existência perfeita como eu e deixar uma boa parte do mundo feio e imperdoável. As vezes eu penso que se acontecer algo comigo irá ser um grande desperdício de talento e beleza para o mundo. Não acham ? Ahahahaha ! Oh . . . Olhem a frente senhoritas pois parece que aqueles arruaceiros de armadura com brasão não serão fáceis de enganar.
    avatar
    Francis Drake
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    5/13  (5/13)
    Level: 1
    Dinheiro: 0 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Francis Drake em Sab Set 24, 2016 11:46 pm

    Fez uma careta quando a orelhuda começou a se remexer em suas costas, mas mantinha um silêncio em meio aquela fala incessante, interminável, infinita. Ficou olhando para o lado conforme a dificuldade de carregá-la foi aumentando pelo motivo de que ela não parava quieta, porém seu pavio era curto e quando estava para estourar, o passarinho finalmente dizia algo de valor! Ergueu o olhar e então, após observar a situação, soltou a Fae de modo vagaroso, para então se erguer e puxar a garrucha com a canhota, algo não muito comum em parte nenhuma do mundo uma vez que era mais comum atiradores destros.

    - Hey passarinho, acha que eu consigo derrubar quantos antes de chegarem aqui? Se vencer pode ficar com todo meu dinheiro, mas não conte com isso, porque Francis Drake considera inimigos cheios de furos como uma das coisas belas da vida!!!
    avatar
    Arwin
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/8  (8/8)
    Level: 1
    Dinheiro: 11750 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Arwin em Dom Set 25, 2016 12:21 am

    Similar a uma criança quando escuta histórias de mais velhos, era a Ku'Fae naquele instante. No momento em que ele tinha começado a falar ela havia parado de se mover, e tudo se juntou, a Pirata resolveu essa ser a melhor hora para colocá-la no chão. E sim, estava grata por tê-lo o feito, imaginava se aquela mulher não estaria mais cansada agora que andou tanto com "peso" nos ombros. Tudo mudou outra vez, quando Arwin avistou os tais "bandidos".

    - Não Drake! Não atire.
    Dizia enquanto colocava a destra sobre a mão que segurava a arma de fogo, abaixando-a.
    - Se atirar e errar, podemos ficar encrencadas. Além do mais - Virava-se para trás e apontava para um viajante que vinha atrás num meio de locomoção. - Parece ser um mercador indefeso, devem estar a espreita esperando-o para atacar. É melhor me deixar cuidar disso e você me cobre, sim? fiquem onde eles não possam enxergá-los, mas possam enxergar a eles.

    Corajosa? Estava tentando ser. Suas pernas tremiam um pouco, não queria passar por aquilo que passou anteriormente outra vez, mas lembrou-se que agora não estava mais sozinha. Não por enquanto. A maga ergueu um tanto seu cajado e começou a conjuração, não que precisasse de tanto tempo assim para iniciar sua magia, a questão é que ela tinha para si esse ritual, sentia que suas energias se focavam melhor quando citava todo seu encanto. Como se a própria natureza a escutasse e emprestasse suas forças. Natureza? Bem..."ordem natural da vida", e também da morte. Conforme aproximou os passos largos, o grupo a avistou e começou a fazer gracinhas. Porém quando notaram seu cajado se iluminando com uma energia escura, se assustaram e partiram para cima da Fae. Tarde demais, a magia fora castada. Sleep, era assim que ela finalizava, colocando-os para dormir. Embora não aparentasse, seu corpo estava fraco por conta do feitiço, ele exigia muito de sua energia vital. Ela tentou se mostrar forte, até chegar neles de novo e também no 'mercador'.

    - Você me salvou criança. Fico muito agradecido. Não é comum ver os de sua espécie por aqui, deveria tomar mais cuidado! Como retorno pelo que fizeram, posso fazer algo por vocês? especialmente por você jovem? ele se dirigia a Arwin, aparentava ser a mais nova dos três.
    - Er, o senhor pode nos levar até a próxima Cidade?
    Disse se apoiando na pirata, pelo ombro.
    - Mas é claro, porém sugiro que viagem na parte de dentro, não quero chamar a atenção com, bem, me desculpe senhorita, mas você é chamativa. Então por favor, poderiam viajar dentro da carroça?
    - Cla-claro. Não se preocupe, eu...eu sei que isto é comum. Contudo saiba que estou aqui para mudar isso!
    Foi o bastante, Arwin tinha que descansar ou então se curar. Não tinha energias para o segundo por enquanto, e foi assim que tombou um pouco mais para cima de Drake. Segurando-se firme, adentrou na carroça. Foi a primeira.
    - Uhhh, que alívio em saber que não vamos andar tudo isso. Não é mesmo pessoal?
    Foram as últimas palavras antes dela cair no sono outra vez.
    avatar
    Dror the Seraph's Voice
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    8/10  (8/10)
    Level: 1
    Dinheiro: 4585 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Dror the Seraph's Voice em Dom Set 25, 2016 2:28 am

    Oh . . . Isso vai ser muito interessante de se assistir. Minhas anotações agradecem.

    Aproveitando o momento em que Arwin ia finalmente mostrar algumas de suas habilidades, o Searph decidiu manter um pouco de distancia naquele momento e observava atentamente tudo que acontecia naquele momento: Assim que ela foi avistava, percebeu que inicialmente não estavam levando muito a sério a garota até perceberem que ja eram alvo de uma magia que os ''abateriam'' por um determinado tempo. Inicialmente Dror esperava que a Fae fosse finalizar eles assim que cairam no chão desacordados mas parecia ter se esquecido completamente deles e isso o irritou um pouco por um momento e, sacudindo um pouco as asas que estapeava sem querer a nuca da pirata, alertou Arwin.

    Ei ei ei . . . É só isso no final ? E as finalizações ? Pretende deixar eles viver para que eles façam mais coisas ruins futuramente ?! Isso não é uma atitude de heroína Arwin, teremos que melhorar isso se quiser se tornar uma bela heroína no futu- Ah meu deus . . . Ela caiu no sono denovo.

    Assim que deu um tapa na própria testa vendo aquela cena toda, não hesitou em se sentar em um canto de dentro da carroça e, dentro de sua mochila, retirava um livro antigo de histórias e poesias e começava a ler para fazer algumas anotações em um papel branco utilizando um pedaço de carvão que um dos aldeões havia emprestado.

    Drake, assim que ela acordar, avise-a que terá que escutar todo o meu sermão denovo . . . Não se pode ignorar aquele que traz o verdadeiro conceito de beleza para o mundo.
    avatar
    Francis Drake
    Céu Boreal


    Ficha do personagem
    HP:
    5/13  (5/13)
    Level: 1
    Dinheiro: 0 gil

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Francis Drake em Dom Set 25, 2016 5:09 pm

    -... Quem você pensa que sou?! Eu, Francis Drake posso acertar uma mosca a... Ué eles dormiram.

    Disse em tom bravo depois mudando para um tom normal enquanto os inimigos foram caindo, sem ela precisar ter feito nada. Bom, que seja, agora teriam uma carona e finalmente descansaria suas pernas durante o caminho. Após o incômodo com as asas alheias, subiu na carroça e então comentou ainda de pé com a destra sobre os lábios, fazendo uma cara de certo deboche.

    - Você devia era se preocupar com a virgindade das suas asas que acabou de perder.

    Piada feita, deitou ao lado da Fae e cruzou os braços atrás da nuca. Queria dormir também mas teria tempo quando chegassem na cidade.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Lore: Ordem do Céu Boreal

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Jul 21, 2017 3:46 am